Os nossos e os outros

 


 

Os nossos são os que estão, os que entram sem pedir licença, os que instintivamente se dirigem ao nosso armário e retiram o que necessitam sem nunca deixar de falar, são os que nos alugam a orelha durante horas, os que se esqueçam do nosso aniversário e quando se lembram desfazem-se em risadas em vez de se desfazerem em desculpas.


 

Os nossos são os que não se ofendem se não nos apetecer estar, são os que não cobram favores, são os que se supreendem sem nunca condenar, são os que nos percebem , são os que estão sem precisar de estar, são os que não se deixam levar, são os que confiam sem desconfiar.


 

Os nossos são aqueles que nos aplaudem no voo, os que nos ajudam com a bagagem, os que se despedem na partida e os que nos esperam na chegada.


 

Os outros são aqueles que nos observam sorrateiramente, são os que nos condenam num olhar, os que reagem a atitudes sem perceber virtudes, são aqueles que nos travam na caminhada, são os que nos incutem medos, os que que revelam os segredos, os que desvendam mistérios.


 

Os outros são os que nos cortam as asas, os que nos criam fantasmas,os que nos impedem de viver. Os outros são os que não aceitam creditos e os que debitam impostos. Os outros são apenas isso mesmo Outros.

publicado por Marta às 00:05